Pode ser do seu interesse

Bem Estar

Triglicerídeos Baixo – Causas, Sintomas, Dieta e Dicas

Apresentar triglicerídeos alto em exames de rotina é algo preocupante, já que altos níveis dessa gordura no organismo podem aumentar o risco de desenvolver problemas de saúde como doenças cardiovasculares. Mas você sabia que triglicerídeos baixo também podem representar uma ameaça à sua saúde?

Além de mostrar o motivo de apresentar triglicerídeos baixo ser preocupante para a sua saúde, vamos dar dicas sobre o que comer e o que fazer nesses casos para contornar a situação.

Triglicerídeos

Antes de mais nada, é essencial saber do que estamos falando. Os triglicerídeos ou triglicérides são um tipo de gordura ou de lipídios encontrados no nosso sangue que são derivados de macronutrientes ingeridos através da alimentação ou produzidos pelo fígado.

Diferença entre triglicerídeos e colesterol

Essa é uma dúvida muito comum que é bom esclarecer. Níveis de colesterol e níveis de triglicérides são coisas diferentes. Apesar de ambos representarem um risco de desenvolver doenças cardiovasculares quando em níveis altos, os triglicerídeos são uma fonte de energia para o corpo, enquanto que o colesterol é um tipo de gordura usado na construção de células e hormônios.

Função dos triglicerídeos

Em geral, os carboidratos e as gorduras que obtemos através da dieta servem como combustível para nossas células manterem suas atividades. Quando há um excesso de calorias, esse excedente é armazenado no organismo na forma de triglicérides, que são estocados nas células adiposas (células de gordura) do organismo.

Esse estoque de gordura serve como fonte de energia quando estamos sem nos alimentar por algum tempo. Assim, entre as refeições, hormônios liberam os triglicerídeos para fornecerem energia para o corpo.

No entanto, quando há um excesso de consumo de gorduras e carboidratos na dieta que não são queimados para obtenção de energia, podemos ter acúmulo de gordura no organismo e sérios problemas de saúde.

Desta forma, apesar do papel importante das gorduras no nosso metabolismo, o excesso nunca é bom. Isso significa que níveis baixos de triglicerídeos é o ideal para a saúde, certo?

Errado! Apresentar triglicerídeos baixo é perigoso para o nosso corpo. É importante manter um equilíbrio em todos os aspectos do nosso metabolismo. Algumas pessoas podem apresentar nível de triglicerídeos baixo sem nenhum sintoma anormal. Porém, se os baixos níveis estiverem acompanhados de qualquer outro sintoma, pode ser que a falta de triglicerídeos esteja afetando a sua saúde.

Níveis normais de triglicerídeos

Os triglicerídeos podem ser mensurados em um exame de sangue simples. Os valores de referência são:

  • Normal: igual ou menor que 150 miligramas por decilitro de sangue;
  • No limite: 150 a 199 miligramas por decilitro de sangue;
  • Alto: 200 a 499 miligramas por decilitro de sangue;
  • Muito alto: igual ou maior que 500 miligramas por decilitro de sangue.

É muito importante realizar a coleta do sangue em jejum de pelo menos 12 horas para não ocorrer interferência nos resultados.

Triglicerídeos baixo

Se é considerado normal apresentar triglicerídeos abaixo de 150 miligramas por decilitro de sangue, como saber se você tem níveis baixos essa gordura no sangue?

Não há um limite estabelecido para triglicerídeos baixo porque na maioria dos casos isso não é um problema. A maioria das pessoas pode apresentar baixos níveis de triglicérides e ter a saúde perfeita. Para identificar se os níveis abaixo do valor de referência normal de triglicerídeos são um problema de saúde, é necessário verificar se existe algum sintoma associado a esse valor.

Em geral, pessoas que apresentam entre 50 e 150 miligramas de triglicerídeos por decilitro do sangue em jejum sem nenhum sintoma anormal não precisam se preocupar. Segundo a American Heart Association, níveis ótimos de triglicerídeos estão em torno de 100 miligramas por decilitro de sangue.

No entanto, níveis de triglicérides muito baixo são aqueles abaixo de 35 miligramas, e podem colocar a saúde em risco. Valores abaixo de 10 miligramas são extremamente baixos e geralmente resultam em sintomas que ajudam a diagnosticar a causa do problema.

Causas de triglicerídeos baixo

Há diversas causas associadas com o nível de triglicerídeos baixo. Como eles são uma fonte de energia, a falta deles pode resultar em pouca energia disponível para as células, tecidos e músculos do corpo, influenciando até o funcionamento do coração.

Ao detectar baixos níveis de triglicérides no organismo, o médico irá fazer uma análise dos seus sintomas para diagnosticar a causa do problema.

As possíveis causas da falta de triglicérides no organismo são:

– Hipertireoidismo

O hipertireoidismo é uma condição em que a glândula tireoide produz mais hormônios do que o necessário. Devido à superprodução hormonal, o corpo acaba gastando mais energia do que o normal.

Assim, a taxa de metabolismo é mais alta em pessoas com hipertireoidismo e mais triglicerídeos são usados para produção de energia, o que pode causar uma queda brusca nos níveis de triglicérides no sangue.

– Desnutrição

A desnutrição é outro problema que pode estar acabando com seu estoque de gordura, reduzindo os níveis de triglicérides no organismo. Na desnutrição, o corpo não recebe a quantidade necessária de nutrientes como vitamina, minerais e macronutrientes como proteínas, gorduras e carboidratos para a manutenção das funções vitais.

Além da má alimentação, a desnutrição pode estar associada com outros problemas de saúde como alguns tipos de câncer, depressão, problemas de memória e incapacidade de comer por algum motivo.

– Uso de medicamentos

Alguns tipos de remédios podem afetar o estoque de gordura e diminuir a quantidade de triglicerídeos presentes no sangue.

Tais medicamentos incluem, por exemplo, o ácido nicotínico, o ácido ascórbico, as estatinas, o clofibrato, o gemifibrozil, a asparaginase e o fenofibrato. Assim, ao detectar baixos níveis de triglicerídeos em um exame de rotina, é importante não só descrever os sintomas (se existirem) como listar os medicamentos e suplementos que você esteja tomando no momento ou que tomou nos últimos meses.

– Dieta com baixo teor de gordura

Embora gordura em excesso não seja bom, o corpo ainda necessita de gorduras saudáveis para compor a alimentação.

Uma dieta com teor muito baixo de gordura pode reduzir os níveis de triglicérides e causar problemas de saúde incluindo a desnutrição, doenças mentais e falta de energia para realizar atividades de rotina.

– Síndrome da má absorção

Pessoas com síndrome da má absorção têm dificuldade para absorver os nutrientes obtidos através da ingestão de alimentos. Nesses casos, a gordura também não é bem absorvida e os níveis de triglicérides acabam caindo.

O diagnóstico é muito importante, já que indivíduos que apresentam essa síndrome não conseguem absorver os nutrientes de forma adequada mesmo mantendo uma dieta super saudável e equilibrada.

– Outras doenças

Certas doenças também podem dificultar a absorção de gordura pelo organismo. Alguns exemplos incluem fibrose cística, alguns tipos de câncer, doença celíaca e algumas doenças genéticas.

Triglicerídeos baixos podem causar sérios problemas

Além das principais causas mencionadas acima, o nível de triglicerídeos baixo em indivíduos mais velhos pode aumentar as chances de desenvolver problemas cardíacos como a insuficiência cardíaca e até um derrame.

O triglicerídeos muito baixo também pode afetar outros processos metabólicos no nosso organismo como a absorção de vitaminas lipossolúveis que incluem a vitamina A, a vitamina E, a vitamina K e a vitamina D. Tais vitaminas são importantes para várias funções no nosso corpo, incluindo o metabolismo do cálcio e de coágulos sanguíneos.

Estudos também indicam que o triglicerídeos baixo pode estar relacionado com a resistência à insulina, causando doenças como a diabetes do tipo 2. Isso porque, geralmente, os níveis baixos podem ter relação com uma taxa metabólica alta, que remove essas gorduras da corrente sanguínea mais rapidamente. Além da gordura, a insulina também pode ser eliminada em uma taxa mais rápida, o que pode resultar no aumento dos níveis de glicose no sangue e na resistência à insulina.

Sintomas

Como mencionado, o valor obtido no exame de sangue não diz muito por si só. A análise de sintomas é importante para que o diagnóstico correto seja feito. Além disso, não existe um sintoma específico que indica que seus triglicérides estão baixos. O que existe é uma causa específica e essa causa será a responsável pelos sintomas observados.

Vale ressaltar mais uma vez que nem sempre níveis baixos de triglicerídeos representam um problema de saúde e, se não há sintomas, não há com o que se preocupar. Porém, se algum dos sintomas abaixo for observado, é importante investigar a causa da alteração.

Como os sintomas não têm a ver com os níveis baixos de triglicerídeos, mas sim com a causa da alteração, vamos mostrar os principais sintomas associados à causa do problema.

1. Hipertireoidismo

Se além dos níveis baixos de gordura, forem observados os sintomas abaixo, pode ser que você esteja com problemas na glândula tireoide:

  • Ritmo cardíaco acelerado ou taquicardia;
  • Tremores;
  • Fadiga;
  • Perda ou aumento de peso;
  • Sudorese;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Aumento do apetite;
  • Dificuldades para dormir.

Dessa forma, além de atentar aos triglicerídeos baixos, é importante prestar atenção em possíveis sintomas de hipertireoidismo que incluem batimento cardíaco acelerado, sudorese, ansiedade, irritabilidade, tremores, aumento do apetite, alterações no peso, fadiga e dificuldades para dormir.

2. Desnutrição

Os principais sintomas de desnutrição incluem:

  • Letargia;
  • Pele ressecada e sem elasticidade;
  • Perda de massa muscular;
  • Sensação de frio;
  • Diarreia;
  • Perda de peso;
  • Cabelos frágeis;
  • Falta de atenção.

3. Síndrome da má absorção

Os principais sintomas da síndrome são:

  • Perda de peso;
  • Perda de massa muscular;
  • Diarreia;
  • Cólicas abdominais;
  • Inchaço abdominal;
  • Fezes volumosas e oleosas;
  • Cãibras musculares na região do abdômen;
  • Dificuldade de crescimento em crianças e adolescentes.

Tratamento

O tratamento só é possível depois que a causa é identificada. Se a pessoa for diagnosticada com hipertireoidismo, por exemplo, será necessário tomar medicamentos para regular a função hormonal da glândula tireoide. Se ela for diagnosticada com síndrome de má absorção, um tratamento específico também será indicado pelo médico e assim por diante.

Dieta e dicas

Em todos os casos, uma adequação na dieta é necessária para elevar os níveis de triglicerídeos até atingir níveis saudáveis. Nessa etapa, um planejamento é necessário para que os triglicérides não aumentem demais, o que também representa riscos para a saúde.

O que comer?

Não basta incluir gorduras de todos os tipos na dieta para aumentar o nível de triglicerídeos baixo. É importante a ingestão de gorduras saudáveis e em quantidades moderadas para não substituir um problema por outro. Algumas dicas do que comer para elevar os triglicerídeos incluem:

  • Boas fontes de gorduras saturadas como carnes e laticínios integrais;
  • Carboidratos como pães e cereais;
  • Frutas secas ou frutas frescas;
  • Vegetais ricos em amido como batatas, feijão, inhame e ervilhas.

Além desses alimentos, uma dica interessante é aumentar a frequência de refeições. Alimentar-se a cada 3 horas, por exemplo, é uma boa medida para manter os níveis de energia constantes e preservar os estoques de triglicerídeos no organismo.

Ao incluir mais carboidratos na dieta, tenha o cuidado de escolher alimentos com índice glicêmico de baixo a moderado para evitar picos de açúcar no sangue. Além disso, a moderação é essencial, pois não queremos que os níveis considerados normais de triglicérides sejam ultrapassados.

O segredo é incluir boas fontes de gorduras e carboidratos sem excessos na dieta e manter uma alimentação saudável e equilibrada que inclua também boas fontes de proteínas e nutrientes em geral. O acompanhamento médico também é muito importante para garantir a nutrição adequada para o bom funcionamento do metabolismo.

Referências adicionais:

Você já foi diagnosticado com triglicerídeos baixo? Que sintomas sentia e que tipo de dieta o médico recomendou para o tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Triglicerídeos Baixo – Causas, Sintomas, Dieta e Dicas - Posts relacionados