Pode ser do seu interesse

Remédios|suplementos

Seakalm Engorda? Para Que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais

Antes de sabermos se Seakalm engorda, precisamos entender melhor o que é e para que serve esse medicamento, não é mesmo? Pois bem, o que temos aqui é um produto fitoterápico, que tem o extrato seco da planta Passiflora incarnata L. em sua composição.

Sua indicação refere-se ao tratamento da ansiedade leve, como estados de irritabilidade, agitação nervosa, tratamento de insônia e desordens da ansiedade. As informações são da bula do remédio.

A comercialização de Seakalm é isenta de prescrição médica. O uso do medicamento é oral e adulto e ele pode ser encontrado em embalagens contendo 10 comprimidos revestidos. As informações são da bula do fitoterápico.

É verdade que Seakalm engorda? 

Para sabermos se Seakalm engorda, precisamos checar se a sua bula traz alguma informação a respeito desse tipo de efeito.

E, de acordo com os dados apresentados no documento, não podemos afirmar que o Seakalm engorda, tendo em vista que a bula não menciona nenhum efeito colateral provocado pelo fitoterápico que poderia provocar, pelo menos de maneira direta, o aumento de peso.

Entretanto, caso você perceba que engordou durante o tratamento com o remédio, procure a ajuda de um médico para saber o que pode ter originado essa elevação do peso e o que você pode fazer para retornar ao seu peso ideal e saudável.

Seakalm dá sono?

De acordo com a bula do fitoterápico, ele atua no sistema nervoso central, produzindo um efeito sedativo e prolongando o período de sono.

Além disso, a bula ressalta que doses excessivas (que não devem ser utilizadas, mantenha-se sempre dentro da dosagem recomendada pelo médico ou pela bula) podem provocar uma sedação prolongada e estados de sonolência. Ou seja, podemos concluir que o medicamento pode sim provocar o sono.

A bula alerta ainda que justamente porque pode ocorrer sonolência durante o tratamento com Seakalm o paciente que usa o remédio não deve dirigir veículos ou operar máquinas pois a sua habilidade e a sua atenção estarão diminuídas.

Anvisa suspendeu lote do medicamento em 2014 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão do lote de número 33112, de 260 mg, do fitoterápico Seakalm.

A justificativa apresentada para a suspensão na época foi que uma análise realizada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed, um instituto de pesquisa científica de Belo Horizonte, MG) identificou um resultado insatisfatório no teor de flavonoides do produto.

Os testes apontaram que o teor de flavonoides no remédio era mais elevado do que o especificado no registro.

A empresa fabricante de Seakalm, a Natulab, afirmou não considerar que o método analítico utilizado reproduziu na íntegra o método de análise submetido no registro do medicamento.

A empresa afirmou ainda que reanalisou o mesmo lote suspenso pela Anvisa, seguindo o método analítico registrado na agência, e concluiu que o teor de flavonoides do produto encontrava-se dentro do que foi especificado em registro.

Também conforme encontramos, a Natulab alegou em nota que “mesmo se o produto Seakalm, lote 33112, apresentasse o teor de passiflora apontado pelo método fiscal, não traria riscos para a saúde dos consumidores, visto que se encontra dentro da faixa terapêutica e segura aos pacientes”.

Mais um motivo para checar corretamente com o médico antes de adquirir e começar a utilizar o produto, não é mesmo?

Efeitos colaterais de Seakalm 

O medicamento pode provocar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, dor de cabeça e taquicardia, ainda que essas reações adversas sejam classificados como raras. As informações são da bula do fitoterápico.

Caso durante o tratamento com o remédio você experimente qualquer uma dessas ou ainda algum outro tipo de efeito colateral, procure rapidamente a ajuda médica para saber o que deve fazer daí para frente.

Contraindicações e cuidados com Seakalm 

A bula informa que o fitoterápico não pode ser utilizado por pessoas com menos de 12 anos de idade, por mulheres que estejam grávidas ou em período de amamentação de seus bebês e por indivíduos com histórico de hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da fórmula do medicamento.

Nos casos em que o medicamento provocar a hipersensibilidade, a orientação da bula é que a sua utilização seja imediatamente descontinuada e que o paciente procure o auxílio do médico.

Conforme alerta o documento, Seakalm não pode ser usado junto com bebidas alcoólicas e nem ao mesmo tempo que remédios com efeitos sedativos, hipnóticos e anti-histamínicos.

Portanto, antes de começar a tomar o fitoterápico, consulte o seu médico para saber se ele não pode interagir com algum medicamento, suplemento, fitoterápico ou planta medicinal que você esteja utilizando.

Também não é aconselhável automedicar-se com fitoterápicos como Seakalm, ainda que você acredite que ele é indicado para o seu caso. Isso porque a automedicação pode esconder o quadro de um transtorno psíquico mais grave.

Como tomar Seakalm 

Antes de tudo, o ideal é que você verifique com o médico quanto tempo deve durar o seu tratamento com o fitoterápico, qual a dosagem segura e eficaz indicada para você e em que horários você deve fazer uso do medicamento.

De acordo com informações da bula do remédio, ele é de uso oral e não deve ser partido, aberto ou mastigado. A indicação do documento é tomar dois comprimidos revestidos do fitoterápico duas vezes ao dia.

Além disso, a bula alerta que a utilização contínua de Seakalm não deve ultrapassar um período de três meses.

Você conhece alguém que tenha tomado e percebido que Seakalm engorda? Tem receio de tomar esse medicamento por conta de possíveis efeitos colaterais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Seakalm Engorda? Para Que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais - Posts relacionados