Pode ser do seu interesse

Natação|Natação para bebês

Natação para bebês influencia no vínculo familiar!

Muitos pais não possuem tempo para ficar com seus filhos. Na maioria das vezes, a relação é criada apenas no momento de levar e buscar as crianças na escola. Mas você sabia que a natação para bebês influencia no vínculo familiar?

Quando um bebê é matriculado em uma aula de natação, os pais são instruídos de que devem acompanhar a criança durante as aulas. O bebê jamais entra na piscina sem que um responsável legal esteja por perto.

Durante toda a aula pais e filhos ficam juntos, reproduzindo as atividades e as tarefas sugeridas pelo professor de natação do bebê. Dessa forma, os laços podem ser estreitados de forma muito eficiente.

Natação para bebês influencia no vínculo familiar! Descubra como isso acontece!

A natação é um momento de muitas descobertas para o bebê. E para ele, fazer isso ao lado de alguém de extrema confiança é fundamental. Por isso os pais são sempre orientados a participarem das aulas.

Esse momento é único para a relação de pais e filhos. Pense bem: você quase não tem tempo para passar com a criança. As tarefas do dia a dia acabam tirando o seu tempo livre para lidar com a criança.

Mesmo para quem fica em casa, e passa o dia com o bebê, as tarefas rotineiras, como arrumações domésticas e compromissos em geral acabam fazendo com que o tempo livre seja mínimo.

Mas a natação para bebês influencia no vínculo familiar de forma muito efetiva, tornando a relação entre pais e filhos muito mais intensa. Isso porque a criança percebe os cuidados durante a aula, e passa a confiar ainda mais no acompanhante.

Dinâmica leve e divertida das aulas torna o ambiente ainda mais agradável para pais e filhos!

A grande questão a respeito da natação para bebês e sua influencia nos vínculos é que as aulas são muito divertidas. O professor funciona como um orientador, que mostra as brincadeiras que serão reproduzidas na piscina.

Quem estará na água executando cada movimento com a criança é o pai ou a mãe ou responsável. Isso faz com que o bebê entenda cada vez mais com quem ele pode contar, e fixe nessa figura uma sensação de confiança extrema.

Os pais estimulam a criança a bater os braços e as pernas, flutuar, e fazer os mais variados movimentos na água. Tudo isso culmina para momentos de prazer e lazer que estão, ao mesmo tempo, ajudando a criança a desenvolver as suas capacidades motoras e sensoriais.

Natação é amplamente indicada por profissionais de saúde!

As crianças lidam muito bem com a água. Para elas tudo é diversão, e aproveitam para aprender uma série de coisas que vão ajuda-las no crescimento e desenvolvimento.

Portanto, a natação para bebês influencia no vínculo familiar, e não deve ser encarada como um treino – como seria a natação para adultos – mas sim como um momento de descobertas e diversão, e da busca pela vida saudável e ativa para as crianças.

É importante destacar que tanto a figura do pai quanto do professor é fundamental. Uma não exclui a necessidade da outra! E na verdade, os dois adultos atuam juntos para que o bebê se sinta acolhido e encorajado.

Durante as aulas as crianças poderão desenvolver algumas outras coisas, como a fala e a interação com outros pequenos. E para os pais que estão juntos com o bebê, participar de todas essas descobertas pode ser realmente mágico.

A natação para bebês influencia no vínculo familiar de forma muito positiva. Através das atividades a criança percebe que os pais estão ali, e podem ajuda-la e protege-la sempre. Ela se sentirá mais amada, feliz, e pronta para se desenvolver de forma segura.

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Natação para bebês influencia no vínculo familiar! - Posts relacionados