Pode ser do seu interesse

Bem Estar

Dor na Barriga – O Que Pode Ser e Como Tratar

Todo mundo sente dor na barriga em algum momento da vida. Porém, pode ser difícil identificar a causa da dor logo de cara.

Nesse artigo, vamos mostrar quais são as causas mais comuns de dor na barriga e te ajudar a identificar o provável problema através da análise dos seus sintomas. Aqui você também vai encontrar formas de como tratar esse problema tão comum para que você não passe o dia todo se sentindo desconfortável.

Dor na barriga – O que pode ser 

A dor na barriga também pode ser chamada de dor de estômago ou dor abdominal. Existem inúmeros motivos que podem estar causando a dor. Normalmente, a dor na barriga ocorre por causa de alguma tensão muscular, devido a uma indigestão ou devido ao acúmulo de gases. Porém, algumas vezes o corpo pode estar tentando sinalizar algo um pouco mais sério.

Quando a dor na barriga ocorre após uma refeição, o problema pode estar associado à indigestão de certos alimentos ou bebidas. Em outros casos, a dor na barriga pode ser confundida com dor em outros órgãos próximos do local como a vesícula biliar, o apêndice, o pâncreas ou o intestino.

A duração da dor na barriga também pode variar, podendo desaparecer em poucas horas e nunca mais voltar ou ficar indo e voltando o tempo todo, bem como a intensidade da dor pode aumentar. Todos os sintomas devem ser observados com cautela para que o médico possa realizar um diagnóstico preciso.

Para entender melhor o que pode ser uma dor na barriga, vamos dar uma olhada nas principais causas e sintomas associados a essa condição.

Sintomas

Além da dor na barriga, outros sintomas comuns que a acompanham são:

  • Tensão muscular e dor ao se movimentar (correr, rir, espirrar ou tossir);
  • Sensação de estômago cheio ou inchado como se estivesse com gases;
  • Indigestão que se manifesta através de azia, gastrite ou mal-estar;
  • Náuseas e vômitos;
  • Arrotos;
  • Prisão de ventre ou diarreia.

Sintomas menos comuns, mas que são preocupantes e precisam de ajuda médica o mais rápido possível incluem:

  • Dor de estômago intensa que é repentina e aguda;
  • Dor após todas as refeições;
  • Vômito com sangue;
  • Dor no peito, pescoço ou ombro;
  • Região no estômago mais sensível e rígida ao toque;
  • Fezes com sangue;
  • Vômito e diarreia ao mesmo tempo.

Causas da dor na barriga

Grande parte das dores na barriga podem ser tratadas em casa. Mas, para que isso seja eficaz, é importante tentar determinar a causa da dor.

Uma dor na barriga pode ter uma ou diversas causas. Se além da dor forem observados outros sintomas, é importante procurar um médico para diagnosticar a condição.

Algumas das causas mais comuns são:

  • Indigestão;
  • Intoxicação alimentar;
  • Intolerância alimentar como a intolerância à lactose;
  • Alergia alimentar como a alergia ao leite, à soja, a peixes e frutos do mar, ao glúten (doença celíaca), aos ovos, ao trigo, as nozes e ao amendoim;
  • Gases;
  • Gripe estomacal ou gastroenterite.

Outras causas menos comuns incluem:

  • Úlceras estomacais;
  • Inflamação do estômago ou gastrite que pode causar sintomas como dor, inchaço, soluços e vômitos com sangue;
  • Câncer de estômago;
  • Uso de certos medicamentos como antibióticos, suplementos que contém ferro, remédios para controlar o colesterol e quimioterápicos.

Algumas vezes, quando a dor é muito forte é essencial visitar um médico. Nesses casos, a dor na barriga pode ser um sinal de pedra nos rins, obstrução no ducto biliar, inflamação na vesícula biliar, apendicite ou diverticulite.

Além dessas causas, a dor na barriga pode ser melhor diagnosticada se você souber identificar a área específica em que sente a dor. Assim, separamos algumas possíveis causas de dor em locais específicos na barriga.

Dor na parte superior do estômago

As causas de dor nessa região da barriga podem ser:

  • Problemas no esôfago;
  • Azia ou refluxo ácido;
  • Problemas no ducto biliar;
  • Pedras nos rins;
  • Alterações na vesícula biliar como cálculos biliares;
  • Problemas no fígado como a hepatite;
  • Problemas no pâncreas;
  • Dor no coração como a angina;
  • Hérnia de hiato em que o estômago empurra o músculo do diafragma.

Dor na parte inferior do estômago

As principais causas de dor na porção inferior da barriga incluem:

  • Cólicas menstruais;
  • Endometriose em que há dor no revestimento do útero;
  • Ovulação;
  • Doença inflamatória pélvica;
  • Cãibras durante a gestação;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Gravidez ectópica em que a gravidez ocorre na tuba uterina ao invés de ocorrer no útero;
  • Doença inflamatória intestinal;
  • Pancreatite;
  • Diverticulite;
  • Doença de Chron;
  • Dor na próstata.

Dor no lado esquerdo da barriga

A dor no lado esquerdo do estômago pode indicar:

  • Diverticulite, em que a dor é mais frequente no lado esquerdo inferior da barriga;
  • Doença de Chron em que a dor na barriga pode ocorrer no lado esquerdo e também no centro;
  • Problemas no pâncreas em que a dor predomina no lado esquerdo superior da barriga.

Dor no lado direito da barriga

Quando a dor ocorre no lado direito da barriga, pode ser um sinal de:

  • Apendicite que representa uma emergência médica;
  • Hérnia inguinal em que há dores no lado direito superior da barriga;
  • Cálculos biliares em que a dor é sentida no lado direito superior da barriga.

Guia rápido para identificar a causa das dores na barriga

Tipo de sintomaPossível causa
Inchaço e flatulênciaGases
Sensação de plenitude após comer ou aziaIndigestão
Dificuldade para defecarPrisão de ventre
Fezes líquidas e/ou vômitosDiarreia ou intoxicação alimentar
Dor e cólicas durante a menstruaçãoCólica menstrual
Dor súbita e intensa no lado inferior direito da barrigaApendicite
Cólicas frequentes, inchaço, constipação ou diarreiaSíndrome do intestino irritável
Dor intensa que dura várias horas e atinge o centro ou parte inferior direita da barrigaCálculos biliares
Dor contínua na parte inferior da barriga que vai até a virilha e causa náusea ou dor durante a micçãoPedras nos rins

Fatores de risco para dor na barriga

Existem alguns fatores que podem contribuir para que a dor na barriga ocorra com mais frequência. Alguns deles incluem:

  • Café ou bebidas com cafeína em excesso;
  • Álcool em excesso;
  • Alimentos contaminados ou velhos;
  • Alimentos picantes demais;
  • Alimentos ou bebidas aos quais você tem alergia;
  • Uso de tabaco;
  • Intolerância à frutose ou à lactose;
  • Cirurgia abdominal;
  • Gravidez;
  • Obesidade;
  • Úlceras estomacais;
  • Alimentos processados como carnes e peixes defumados e legumes em conserva;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Fadiga;
  • Uso de alguns medicamentos;
  • Uso de drogas em geral.

Assim, trate de maneira adequada quaisquer doenças dessa lista que você eventualmente tenha e elimine todos os maus hábitos que você puder para evitar as dores na barriga e prevenir infecções.

Além disso, se você tem dor na barriga com frequência e não descobriu a causa, é possível que você tenha algum tipo de alergia como intolerância à lactose, à caseína ou ao glúten, por exemplo. É importante detectar a causa para evitar os alimentos que desencadeiam as dores na barriga.

Complicações

Na alergia a alimentos específicos, o sistema imunológico ataca uma substância encontrada na dieta como se fosse um composto tóxico para o organismo e desencadeia sintomas alérgicos. Alergias alimentares, se não identificadas, podem causar uma reação alérgica grave conhecida como anafilaxia. A anafilaxia é uma emergência médica que causa sintomas graves como dificuldades para respirar e desmaios, podendo causar até a morte.

Úlceras não tratadas podem causar hemorragias internas e infecções graves.

O refluxo gastroesofágico pode causar dificuldades para engolir alimentos e bebidas e resultar em danos no esôfago.

Pessoas que sofrem de constipação crônica podem ter hemorroidas e fissuras anais.

Por fim, aqueles diagnosticados com doença de Chron podem sofrer complicações como obstruções intestinais que precisam de reparo através de cirurgias ou ter um risco maior de desenvolver câncer de cólon.

Diagnóstico

Quando sua dor na barriga é frequente e você já descartou possíveis causas mais simples como azia e indigestão, é preciso fazer um diagnóstico.

Dentre os exames que seu médico pode pedir, estão:

  • Endoscopia;
  • Raios X;
  • Colonoscopia;
  • Monitoramento do pH do estômago e do intestino;
  • Ressonância magnética;
  • Exames de sangue;
  • Exames de fezes;
  • Tomografia computadorizada.

O diagnóstico de alergia ou intolerância a alimentos geralmente precisa ser feita com um alergista. 

Como tratar

Como você deve imaginar, o tratamento depende da causa. Lembre-se de que a automedicação não é indicada e, sempre que possível, consulte um médico para saber exatamente o que está causando sua dor e tratar da forma mais adequada.

Abaixo, separamos alguns dos tratamentos e remédios mais comuns indicados para dor na barriga através da análise dos sintomas mais evidentes.

  • Diarreia: hidratação e dieta leve;
  • Dor: analgésicos como o acetaminofeno e a aspirina ou anti-inflamatórios como o ibuprofeno;
  • Azia ou doença do refluxo gastroesofágico: antiácidos como o eno ou medicamentos como o omeprazol;
  • Vômitos: medicamentos para evitar o vômito e anti-histamínicos como o dramin ou a difenidramina;
  • Constipação: ingestão de fibras ou uso de laxantes, probóticos ou suplementos de fibras dietéticas;
  • Inchaço ou sensação de plenitude: simeticona;
  • Indigestão a longo prazo: podem ser prescritos por um médico inibidores da bomba de prótons ou antagonistas dos receptores H-2 para reduzir a acidez do estômago, pro cinéticos para ajudar a esvaziar o estômago mais rapidamente, antibióticos se a causa da indigestão for a presença de uma bactéria e, em alguns casos, remédios para ansiedade ou depressão;
  • Cólicas menstruais: remédios específicos para cólicas menstruais como o midol;
  • Cólicas estomacais graves: antibióticos, corticosteroides, antiespasmódicos ou aminosalicitados.

Ao desconfiar que sua dor na barriga é causada por uma alergia alimentar, é importante procurar um alergista para diagnosticar o alimento que está te fazendo mal. Uma vez que descoberto o problema, é essencial evitar o consumo de certos alimentos. A maioria das alergias ou intolerâncias alimentares inclui aversão a substâncias como a lactose ou o glúten.

Como aliviar a dor na barriga de forma simples e natural

Existem algumas maneiras simples e naturais de aliviar a dor na barriga quando a causa não é grave.

– Tensão abdominal

Para aliviar tensões abdominais, é possível testar técnicas como a terapia fria, a terapia de calor e a compressão.

Na terapia fria, use um saco de gelo ou algo congelado envolvido em uma toalha e coloque sobre o local da dor. Deixe por cerca de 10 a 15 minutos e repita novamente dentro de algumas horas até que a dor passe.

Na terapia de calor, é usado uma compressa quente no local da dor para aliviar a tensão e melhorar a circulação sanguínea. Nunca use uma compressa quente em um local que acabou de sofrer uma lesão, já que isso pode piorar a inflamação.

Na compressão, você deve envolver a barriga com um pano, uma toalha ou uma bandagem e pressionar o abdômen.

– Redução dos gases e do inchaço

Para evitar gases e inchaço, algumas dicas aplicadas ao dia a dia que podem ajudar são:

  • Dividir a dieta em várias refeições pequenas ao longo do dia;
  • Evitar alimentos fritos e gordurosos;
  • Reduzir o estresse;
  • Não mastigar chicletes;
  • Evitar o consumo de alimentos que causam flatulência como brócolis, alface, repolho, batata doce e feijão;
  • Beber menos ou eliminar o consumo de bebidas gaseificadas.

Cuidados com a alimentação 

Além das dicas acima e de manter uma alimentação balanceada e saudável, existem mais alguns cuidados com a alimentação que podem ajudar a evitar problemas como acidez estomacal e indigestão. Para isso, evite:

  • Beber muito café ou bebidas que contêm cafeína;
  • Abusar do álcool;
  • Comer alimentos picantes;
  • Ingerir alimentos com ácidos naturais como tomates, laranjas e limões;
  • Alimentos contaminados ou vencidos;
  • Alimentos aos quais você pode ser intolerante;
  • Alimentos processados.

Remédios naturais 

O uso de medicamentos a longo prazo pode prejudicar o estômago. Assim, é interessante buscar alternativas naturais que possam aliviar a dor na barriga. As seguintes ervas e vegetais funcionam como remédios naturais e podem ser usados para aliviar o problema:

  • Raiz de alcaçuz: alivia a dor e estimula a digestão através do aumento da secreção de muco no estômago além de matar bactérias que podem causar ulceras;
  • Gengibre: atua contra bactérias, contra as ulceras e também apresenta atividade anti-inflamatória e antiespasmódica;
  • Manjericão: reduz a acidez estomacal;
  • Cominho preto: pode ser utilizado para tratar náuseas, diarreia e gases;
  • Hortelã-pimenta: o princípio ativo da hortelã é o mentol que apresenta efeito analgésico e ajuda a aliviar sintomas de náusea e dores no estômago;
  • Vinagre de maçã: ajuda a aliviar as dores na barriga além de ser um anti-inflamatório e um bactericida;
  • Camomila: o chá de camomila, além de relaxar ajuda a reduzir a dor devido as propriedades anti-inflamatórias da erva.

Dicas finais

  1. Beba bastante água para se manter hidratado;
  2. Consuma alimentos que contêm fibras através de uma dieta rica em frutas e vegetais;
  3. Evite consumir novamente alimentos que já fizeram você se sentir mal alguma vez;
  4. Coma porções moderadas;
  5. Tenha uma boa dieta geral;
  6. Evite o estresse já que muitas vezes ele desencadeia gastrite nervosa e outros problemas de saúde;
  7. Procure um médico imediatamente se estiver com diarreia ou vômito descontrolado, se houver sangue nas suas fezes ou no seu vômito, se você perder a consciência em algum momento ou se você já está sem evacuar por mais de 3 dias.

Embora nem sempre seja motivo de preocupação, uma dor na barriga constante, intensa ou que retorna com frequência é motivo de preocupação e sua causa precisa ser investigada para obtenção do tratamento adequado.

Referências adicionais:

Você sente com frequência algum tipo de dor na barriga? Quais tratamentos está acostumado a fazer? E quais são as prováveis causas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Dor na Barriga – O Que Pode Ser e Como Tratar - Posts relacionados