Pode ser do seu interesse

Sem categoria

Como Plantar Pimenta em Casa – 10 Passos e Cuidados

Nada como ter uma pimenta fresquinha em casa para usar nas suas receitas, não é verdade? Embora algumas pessoas não gostem de pimentas muito picantes, existem espécies mais suaves que podem dar um gosto especial aos seus pratos.

Aqui, você vai aprender como plantar pimenta em casa e ter sempre uma pimenta fresca e livre de agrotóxicos para adicionar em seus preparos. Continue lendo para aprender o passo a passo e os cuidados que devem ser tomados para que sua pimenta cresça cheia de nutrientes.

Pimenta

A pimenta é um fruto da planta do gênero Capsicum pertencente à família Solanaceae. Há muitas variedades de pimenta, uma mais ardente do que a outra, mas todas fornecem benefícios para a saúde.

A pimenta é rica em vitamina C e há estudos que indicam que seu consumo frequente ajuda a controlar os níveis de insulina no sangue, o que auxilia na manutenção o índice glicêmico. Também há indícios de que o consumo regular de pimenta ajuda no tratamento de condições inflamatórias e estimula o sistema circulatório e também o sistema digestivo.

10 passos de como plantar pimenta em casa

Se você gosta de jardinagem ou simplesmente quer se aventurar plantando sua própria pimenta, está no lugar certo. A seguir, mostraremos o passo a passo de como plantar pimenta em casa sem segredo.

Preparando o plantio

A pimenta pode ser cultivada em locais com climas tropicais ou subtropicais durante o ano todo. Em regiões como o Brasil, as sementes devem ser plantadas entre os meses de agosto e dezembro para melhores resultados.

O que você vai precisar:

  • Uma variedade de sementes de pimenta de sua escolha;
  • Um vaso ou um espaço no jardim que recebe luz solar grande parte do dia;
  • Terra;
  • Adubo;
  • Água.

Passo 1 – Prepare a terra

O solo do jardim ou a terra do vaso precisa ser preparada para promover o crescimento saudável da sua pimenteira. Você pode comprar uma terra vegetal já adubada ou providenciar um adubo natural para nutrir o solo antes do plantio.

Além disso, prepare o plantio em um local em que há uma boa drenagem de água para que a água não fique acumulada e se forme uma lama. Se o solo do seu jardim é muito úmido, é possível adicionar um pouco de areia para melhorar a drenagem da água.

Passo 2 – Germinar as sementes

Mesmo que você opte por plantar a pimenta no jardim, a etapa de germinação é importante. Depois, basta transferir a muda para o jardim. Além disso, você pode germinar as sementes dentro de casa em épocas que não são tão quentes e depois transferi-las para o ar livre.

Existem dois métodos de germinação: um em água e outro em terra. A germinação em água consiste em imergir as sementes durante até 24 horas dentro de um recipiente com água. A água deve ser trocada pelo menos a cada 12 horas para manter a oxigenação adequada. Esse método ajuda a acelerar a germinação e quando as sementes começarem a brotar na água já é hora de transferi-las para a terra.

Outro método consiste em colocar as sementes na terra e cobrir com uma camada de cerca de 0,5 cm de terra e colocar água diariamente mantendo a terra sempre úmida, mas não encharcada. Nesta técnica, a germinação pode demorar de 6 a 20 dias.

Passo 3 – Plantar as sementes

Após a germinação, você deve plantar várias sementes em um vaso mantendo um espaçamento entre elas ou até mesmo plantar uma semente de cada vez em potes plásticos ou de isopor pequenos com alguns furinhos embaixo para drenagem. Se você optar pela germinação na terra, não é preciso transferir as sementes de lugar antes de surgirem os primeiros brotos.

Deixe as sementes cobertas com uma camada de 0,5 cm de terra e mantenha o recipiente úmido e protegido da luz do sol e abrigado da chuva e de ventos fortes até que surjam os primeiros brotos.

Passo 4 – Cuidar das sementes

Seja paciente. Pode demorar algumas semanas até os primeiros brotos surgirem. Regue o solo diariamente para mantê-lo úmido, sempre evitando que ele fique encharcado. Se você quiser acelerar o processo, cubra o vaso ou recipiente com uma tampa ou saco plástico transparente, criando um efeito estufa para aumentar a temperatura do solo e facilitar o desenvolvimento das sementes.

A temperatura ideal é entre 20 e 30ºC. Assim, se estiver frio, o ideal é promover o efeito estufa.

Passo 5 – Cuidar dos brotos

Quando surgirem os primeiros brotos, a planta já pode ser exposta diretamente à luz solar. Assim, você deve retirar o saco plástico ou tampa plástica do recipiente e colocar o vaso perto de uma janela em que a luz do sol entre ou no jardim.

Para um bom desenvolvimento, é ideal que a planta receba luz solar por pelo menos 6 horas por dia. Se você morar em um apartamento e não bater sol na sua janela, use uma lâmpada fluorescente sobre o vaso para facilitar o crescimento.

Passo 6 – Transferir as mudas 

Quando os brotos alcançarem alguns centímetros de altura e começarem a nascer folhas, é hora de transferir as mudas para um vaso maior ou para o seu jardim. Para isso, transfira todo o conteúdo do recipiente para outro local com terra adequada. Se você optou por plantar várias pequenas mudas a partir de uma única semente, você terá que transferi-las uma a uma para um local maior.

Prepare um vaso maior com terra adubada no fundo. Em seguida, posicione as mãos na base da sua muda, vire o vaso de ponta cabeça e desgrude a terra com cuidado para não danificar as raízes da planta. Posicione a muda no novo vaso, cubra com uma camada de terra e regue.

Se você transferir suas mudas para um jardim, elas podem demorar um pouco para se habituar com a mudança de temperatura e com o contato constante com o vento. Para evitar que a planta não resista a essa mudança, é interessante transferi-la primeiro para um vaso e colocá-lo ao ar livre apenas por algumas horas por dia para que a pimenteira se acostume com a nova “casa”.

Comece expondo o vaso no jardim por 2 horas por dia e vá gradualmente aumentando a exposição até transferir de uma vez a planta do vaso para o local designado no jardim.

Passo 7 – Manter a planta aquecida e regada

A pimenta foi feita para viver em climas quentes. Assim, para garantir que sua planta vingue, é importante manter o vaso exposto ao sol pelo maior tempo possível. Se isso não for possível, crie uma pequena estufa ou instale uma luz artificial cerca de 10 cm acima da planta.

Sempre que observar que o solo está ficando seco, regue a planta. Tome cuidado para não encharcar, já que isso pode prejudicar o seu desenvolvimento e promover o crescimento de fungos ou apodrecer a terra.

Passo 8 – Aparar as mudas ou trocar a planta de lugar quando necessário

Conforme sua planta for crescendo, é normal que apareçam algumas folhas ou galhos murchos ou sem vida. É importante aparar esses pequenos “defeitos” para que a planta se desenvolva bem, dando espaço para outros galhos e folhas saudáveis. Apare o mais rente ao solo que conseguir.

Além disso, sempre que a planta ficar muito grande, transfira-a para um local mais espaçoso ou separe em duas porções para plantar o excedente em outro local.

Passo 9 – Adicionar adubos a cada 2 semanas

É importante que a planta tenha nutrientes para sobreviver. Assim, adube a terra aproximadamente a cada 15 dias. Você pode preparar um adubo orgânico com restos de alimentos como casca de ovo e de legumes ou comprar um fertilizante contendo quantidades iguais de nitrogênio, potássio e fósforo.

Passo 10 – Colher suas pimentas

Colha suas pimentas quando elas ficarem maduras e brilhantes. O tamanho do fruto pode ser menor do que as que você compra na feira, mas isso é absolutamente normal. Além disso, o tamanho tem a ver com a variedade escolhida e com o método de plantio. O importante é que elas estejam maduras e com aspecto saudável.

Se você pretende preparar pimenta em pó, espere os frutos murcharem e secarem no próprio galho e só então colha para moer.

Cuidados e dicas de como plantar pimenta em casa

  • Apesar da água ser essencial para o desenvolvimento de qualquer planta, as pimenteiras nunca devem ser encharcadas. Isso pode inclusive causar a morte da planta devido ao solo encharcado;
  • Se for plantar no jardim, tome cuidado com pragas que podem surgir. Moscas podem aparecer, além de micro-organismos indesejados. Existem inseticidas naturais que podem ser usados para combater esse problema. Eles podem ser compostos por alho ou por ervas como a camomila, o eucalipto e o manjericão, por exemplo;
  • A cor da pimenta quando madura pode variar de acordo com a espécie escolhida. Cuidado para não colher na hora errada;
  • Se achar muito difícil germinar, você pode comprar mudas de pimentas jovens ou adultas para plantar onde você quiser;
  • O clima frio pode prejudicar o crescimento da sua pimenteira. Prefira plantar no início da primavera;
  • Sempre que for manusear a planta, use luvas ou lave as mãos logo em seguida. Isso porque esfregar os olhos ou a boca após mexer na pimenteira pode causar reações alérgicas.

Com essas dicas e com o passo a passo que separamos acima, agora você aprendeu como plantar pimenta em casa e pode aproveitar suas pimentas fresquinhas em diversos preparos em sua cozinha e ainda aproveitar os benefícios para a saúde e boa forma.

Referências adicionais:

Agora que você aprender como plantar pimenta em casa, pretende criar sua horta e aproveitar pimentas fresquinhas em sua cozinha? Em que receitas vai utilizá-las? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Como Plantar Pimenta em Casa – 10 Passos e Cuidados - Posts relacionados