Pode ser do seu interesse

Estética

Clareamento Dental Caseiro – 6 Mais Famosos Tipos e Cuidados

Para muitas pessoas, ter um sorriso bonito e saudável é como um cartão de visita que demonstra confiança, saúde e boa autoestima.

Não é à toa que o sonho de muita gente é ter os dentes mais brancos e bonitos. Mas nem sempre é fácil manter os dentes sempre impecáveis. O consumo de bebidas e alimentos com corantes pode deixar os dentes manchados mesmo os escovando com frequência. Quando a higiene oral é insuficiente, as manchas podem ser ainda mais visíveis.

Felizmente, hoje existem diversos tratamentos para clarear os dentes nos consultórios odontológicos. No entanto, a maioria desses tratamentos é caro, dando margem ao clareamento dental caseiro. Mas será que métodos caseiros de clareamento dental funcionam?

Vamos abordar os mais famosos tipos de clareamento dental caseiro, além de discutir se esse tipo de clareamento é seguro e eficaz para deixar os dentes mais brancos.

Clareamento dental caseiro

O clareamento dental em si não é capaz de deixar os dentes mais brancos e brilhantes, mas ele pode clarear a cor já existente nos dentes, dando a impressão de que eles estão mais brancos.

O clareamento é um tratamento odontológico que deve ser feito, de preferência, por um dentista habilitado. Entretanto, também há como clarear os dentes em casa desde que alguns cuidados sejam tomados para não danificar o esmalte dos dentes.

Dentes amarelados ou manchados

Na maioria dos casos, os dentes ficam amarelados devido ao desenvolvimento de manchas na superfície dura e branca dos dentes, que é chamada de esmalte, ou na parte mais profunda da estrutura dos dentes.

Logo abaixo do esmalte do dente, existe uma substância de cor marrom pálida que se chama dentina. Essa substância pode se tornar mais visível quando o esmalte está desgastado ou mais fino que o normal, dando a impressão de que os dentes estão manchados.

Segundo estudo de 2009 publicado no periódico científico Journal of Zhejiang University Science B, o desgaste do dente é normal e pode ter relação com o envelhecimento e fatores genéticos que não podemos controlar. Porém, a perda excessiva de esmalte dental pode ser agravada pelo uso de substancias ácidas ou pelo consumo de alimentos e bebidas que promovem a erosão ou a coloração dos dentes. Além disso, esses hábitos também podem aumentar o risco de doenças na gengiva.

Apesar de ser natural e esperado que os dentes fiquem mais amarelados com o passar do tempo, existem alguns fatores que podem acelerar o processo e alguns deles podem ser evitados. Exemplos incluem:

  • Beber café e chá;
  • Usar antibióticos;
  • Fumar cigarros;
  • Sofrer de boca seca, pois a falta de saliva protege menos o esmalte do dente;
  • Respirar pela boca, o que bloqueia as passagens nasais e reduz a quantidade de saliva;
  • Ingerir flúor em excesso, principalmente se esse hábito for iniciado na infância;
  • Alimentar-se mal, já que o consumo de alimentos processados ricos em substâncias ácidas como refrigerantes, por exemplo, pode desgastar o esmalte dos dentes.

Ao mudar alguns hábitos alimentares, já é possível evitar o desgaste precoce do esmalte do dente, mas os danos já causados não são reversíveis apenas com alteração de hábitos. É aí que entram vários tipos de clareamento dental que podem ajudar a suavizar as manchas nos dentes, deixando o sorriso mais branco.

Tipos de clareamento dental caseiro mais famosos

1. Bicarbonato de sódio e peróxido de hidrogênio

O peróxido de hidrogênio é um composto que apresenta propriedades antibacterianas que auxilia na limpeza e no combate aos germes presentes na boca. O peróxido pode ser usado sozinho como um enxaguante bucal ou em conjunto com o bicarbonato de sódio.

Quando usado isoladamente, o peróxido de hidrogênio pode ser misturado em partes iguais com água. Em seguida, basta colocar a mistura na boca e enxaguá-la por cerca de 1 minuto. De acordo com estudos, o peróxido de hidrogênio é capaz de manter o hálito fresco e eliminar bactérias nocivas, atuando assim como um agente bactericida e antisséptico natural que protege a gengiva de doenças como a gengivite e a periodontite.

Para usar o peróxido de hidrogênio com bicarbonato de sódio, é indicado misturar uma pequena quantidade do peróxido com um pouco de bicarbonato a ponto de formar uma pasta.

Segundo um estudo de revisão publicado no periódico Journal of Clinical Dentistry em 2008, cerca de 5 pesquisas realizadas com mais de 270 pessoas mostraram que a escovação com pastas contendo bicarbonato de sódio foi mais eficaz na remoção de placas bacterianas dos dentes.

Para deixar os dentes mais brancos, é indicado escová-los normalmente com o creme dental de costume e, em seguida, aplicar a pasta feita em casa com peróxido de hidrogênio e bicarbonato de sódio por aproximadamente 30 segundos. Depois disso, enxague bem para remover todo o resíduo dos dentes.

É importante não exagerar pois as propriedades abrasivas do bicarbonato de sódio podem remover parte do esmalte do dente, o que causará problemas no futuro próximo.

2. Óleo de coco

Alguns relatos indicam que a aplicação de óleo de coco nos dentes após a escovação usual deixa os dentes mais brancos.

É indicado colocar uma colher de sopa de óleo de coco na boca e enxaguar bem por 5 a 20 minutos, espalhando o óleo pelos dentes o máximo que conseguir. Outra opção é adicionar algumas gotas do óleo de coco na própria escova de dentes e escovar os dentes em seguida. Uma última dica é aplicar um pouco de óleo de coco na ponta de um pano limpo e esfregá-lo sobre os dentes.

Além de clarear os dentes, o óleo de coco apresenta propriedades antimicrobianas que ajudam a proteger os dentes e a gengiva de doenças. De acordo com pesquisa publicada em 2016 na revista científica Journal of Contemporary Dental Practice, essa prática é natural, segura e não apresenta efeitos colaterais, sendo assim uma terapia preventiva para preservar a higiene bucal.

3. Vinagre de maçã

O vinagre de maçã é um poderoso antibiótico natural que também pode ser usado para limpar e remover manchas dos dentes, especialmente aquelas relacionadas com o consumo de café e o hábito de fumar.

A presença de substâncias como o ácido acético, o magnésio, o potássio, os probióticos e diversas enzimas no vinagre de maçã ajuda a matar os germes nocivos e a estimular o crescimento de bactérias saudáveis para a boca. O teor ácido do vinagre auxilia na remoção da placa bacteriana e de outros resíduos eventualmente presos nos dentes. Além disso, o pH ácido do vinagre de maçã ajuda a remover manchar dos dentes e a deixá-los mais claros.

Para a obtenção de bons resultados com este clareamento dental caseiro, é recomendado usar o vinagre de maçã diariamente por pelo menos 1 mês. Porém, é preciso ter cuidado, já que o ácido presente nele pode remover o esmalte dos dentes em caso de uso em excesso.

Você pode aplicar o vinagre de maçã nos dentes com o próprio dedo ou com a escova de dentes. Basta aplicar algumas gotas de vinagre de maçã sobre o dedo ou sobre a escova de dentes e espalhar pelos dentes por cerca de 1 minuto. Depois disso, basta enxaguar a boca e escovar os dentes normalmente com o seu creme dental.

4. Cascas de limão ou de laranja

Acredita-se que as frutas cítricas em geral contêm ácidos benéficos para clarear os dentes. É o caso das cascas de limão ou de laranja que podem ser esfregadas sobre os dentes para deixá-los mais brancos.

Porém, é preciso ter muito cuidado para evitar que o excesso de ácidos agrida o esmalte do dente. Assim, é essencial lavar muito bem a boca depois de esfregar suavemente as cascas das frutas sobre os dentes.

Também há relatos de que usar a parte interior da casca da banana para esfregar os dentes ajuda a clareá-los devido à presença de minerais importantes como o magnésio, o potássio e o manganês.

5. Morangos e outros alimentos saudáveis

Há relatos de que aplicar morangos espremidos sobre os dentes pode deixar os dentes mais brancos.

Esses frutos apresentam compostos antioxidantes benéficos para a saúde dos dentes e consumi-los como parte da dieta também pode ajudar. O ácido málico encontrado no morango ajuda a remover manchas de café, chá e vinho tinto presentes nos dentes.

Além dos morangos, é importante incluir alimentos saudáveis que fortalecem os dentes como, por exemplo:

6. Carvão ativado

Apesar de não ser totalmente comprovado, o carvão ativado parece ser um ótimo clareador dental caseiro. Por ser um composto cheio de poros que absorvem substâncias nocivas sem causar efeitos colaterais, o carvão ativado pode remover toxinas da boca e dos dentes, ajudando a deixá-los mais claros.

Para isso, basta molhar uma escova de dentes e mergulhá-la em um pouco de carvão ativado em pó para realizar a escovação. Escove mais nas regiões em que os dentes estão manchados ou amarelados. Deixe agir por 1 minuto e depois enxágue muito bem a boca até que a água saia limpa. O ideal é escovar os dentes com carvão ativado cerca de 2 a 3 vezes por semana.

A única contraindicação é para pessoas que apresentam coroas ou obturações de porcelana nos dentes, que podem ficar manchadas pelo carvão.

Dicas

Além de utilizar um clareamento dental caseiro dos mencionados acima (ou mais), algumas dicas que podem ajudar a deixar os dentes brancos incluem:

– Higienizar os dentes logo depois de beber ou comer

Escovar os dentes com um creme dental apropriado depois de se alimentar é a maneira mais eficaz de evitar manchas nos dentes.

Outras mudanças de hábitos como evitar fumar e beber menos café podem ajudar a evitar manchas.

– Fazer limpezas regulares no dentista

Realizar uma limpeza profissional em um consultório odontológico a cada 3 meses ajuda na prevenção e na remoção de manchas causadas pelo consumo de certas bebidas e alimentos. Além disso, visitar o dentista regularmente é importante para verificar se a saúde bucal está em ordem.

Cuidados

Não há como deixar os dentes brancos para sempre. Mesmo quando feito em um consultório odontológico, o clareamento dos dentes não é permanente. Em geral, os resultados duram até 3 anos ou mais dependendo dos hábitos alimentares de cada pessoa.

Pessoas que fumam ou que ingerem bebidas e alimentos que mancham os dentes como café, alguns tipos de chá e vinho tinto podem precisar de um novo clareamento dental em menos tempo. Dessa forma, cuidar da alimentação e limitar o consumo de alimentos e bebidas que deixam os dentes manchados ajuda a deixar os dentes brancos por mais tempo.

O clareamento dental caseiro é um jeito barato e simples de deixar os dentes mais limpos e brancos, mas é crucial tomar os cuidados necessários e não exagerar na frequência, pois alguns deles podem deixar os dentes sensíveis e acelerar a erosão do esmalte do dente. Para evitar problemas, comece aos poucos com uma pequena quantidade dos produtos mencionados acima e preste bastante atenção a qualquer sinal de sensibilidade e procure um dentista ao sentir qualquer tipo de dor.

Vale lembrar que ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem sempre ter dentes brancos é sinônimo de dentes saudáveis. De acordo com especialistas em saúde bucal, a cor dos dentes tem muito pouca relação com a saúde dental. Assim, de nada adianta ter dentes brancos de artistas de cinema, mas não cuidar da higiene bucal da forma adequada. Mais importante do que ter dentes brancos é mantê-los saudáveis e bem higienizados.

Referências Adicionais:                           

Você já tentou usar algum tipo de clareamento dental caseiro? Pretende adotar algum método citado acima? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)

Loading…

Natália Oliveira

Natália Oliveira, apaixonada pelo universo Fitness feminino e toda magia que envolve "SER MULHER". Secretária Executiva, esposa e empreendedora digital.

Clareamento Dental Caseiro – 6 Mais Famosos Tipos e Cuidados - Posts relacionados